"Se eu vi mais longe, foi por estar sobre ombros de gigantes." (Isaac Newton)

Anteriormente, vimos 5 razões imbatíveis para ser um desenvolvedor. Agora vamos mostrar as ferramentas para isso.

Tudo que eu queria antes de ter começado minha carreira como desenvolvedor era que alguém me alertasse sobre o uso e correto uso dessas ferramentas. A sorte é que eu dominava a primeira delas, o inglês, e consultando o Quora tomei algumas decisões acertadas.

Ainda assim, perdi muito tempo. O objetivo desse post é que você não perca nenhum e foque logo no que interessa para podermos começar a verdadeiramente explorar o poder do javascript.
Um conhecimento básico das ferramentas abaixo é fundamental, mas não lhe impedirão de acompanhar o blog. Na verdade, recomendo que quando chegar o tempo, voltem a esse post e aprendam o que tiver que ser aprendido quando surgir a demanda.

Inglês

A língua inglesa talvez seja a mais importante das ferramentas de um desenvolvedor. Não estou dizendo aqui que alguém que não a domine é um péssimo profissional, pelo contrário, existem muitos bons profissionais que com noções básicas se viram muito bem.

É importante, porém, reconhecer que os melhores livros,vídeo-aulas, blogs, projetos open-source, e perguntas e respostas no stackoverflow estão em inglês. Muitas vezes, somente em inglês.

É fundamental entender não somente o código, mas o contexto de cada problema exposto. Entender o contexto é o que lhe poupará tempo no futuro.

Outra razão é que saber inglês lhe permite estar sempre atualizado, interagir com outras pessoas no mundo e lhe torna capaz de utilizar as melhores ferramentas profissionais do mundo. Se você é velho, novo, empregado ou desempregado, rico ou pobre, aprenda inglês. Será um dos melhores investimentos da sua vida.

Minhas formas preferidas de aprender uma língua:

  • Músicas com legenda nativa e tradução simultânea no youtube.
  • O melhor aplicativo: Memrise
  • Aprenda os verbos mais utilizados e pense no seu dia-dia.
  • Falando - Viaje, fale com nativos que estão em seu país ou entre em um curso de conversação. Não foque em gramática.

Editor de texto

Porém, não pode ser qualquer editor de texto. Existem muitos bons por aí, mas em um estágio inicial você não pode perder seu precioso tempo testando todos eles ou especulando sobre qual será o melhor pro seu futuro. Utilize um bom,grátis, com bastante documentação, ajuda na web e uma porção incrível de recursos. Use o Sublime Text 3.

Antes disso, porém, se cadastre no site a seguir e veja esse tutorial e você poderá usá-lo sem medo. Eu realmente recomendo que você faça isso, é um investimento que vale a pena. Eu comecei ainda este ano, mas sei que valeu a pena. Veja aqui.

Se você usa uma IDE turbinada como o Visual Studio, deveria usar um editor de texto ao menos para suas estruturas html, estilos css e os arquivos javascript de front-end.

Git

Git é uma ferramenta de controle e versionamento de código. Você vai usar muito quando trabalhar em projetos. Mas você também pode utilizá-la para guardar trechos úteis de código, usando o gist do Github e também para ver a evolução de um código seu.
O autor deste blog acredita que muito mais importante que mostrar um código pronto, é mostrar a evolução do código e vai procurar mostrar essa evolução, usando o github, o diário da vida do código.

Quando chegar o momento de usá-la recomendo obter uma visão geral, fazendo o curso grátis do Code School.

Sistema Operacional

Eu sempre tive receio de usar o linux, achando que era um sistema operacional movido puramente a linhas de comando. Felizmente em maio deste ano, meu computador com windows 8 ficou muito lento e resolvi pedir a um amigo pra configurar o ubuntu linux na minha máquina. Desde então, não me arrependo. Somente meu computador ter parado de travar e eu ter aprendido alguns command lines já fez valer a pena a transição.
Se você você programa em javascript, python, ruby e php acredito que linux ou Mac-OS X é a escolha certa.
Se você não está seguro e quer continuar com o windows, deveria ao menos ver esse curso grátis do Codecademy sobre command-lines.

Noções básicas de html e css

Esse é o tipo de coisas que você não aprende em livros. Você aprende através da repetição. Claro que fundamentos sempre são interessantes, mas aqui quase não há e os que existem você pode adquirir em cursos online de feedback em tempo real. Minha recomendação para aprender noções básicas de html e css é o site Codecademy.
Eu, infelizmente, comecei lendo o livro de html e css da série HeadFirst, péssima escolha.

Banco de Dados

Por banco de dados, eu quero dizer: SQL e modelagem de bancos de estrutura relacional. Não importa se você já quer começar usando bancos NoSql, aprenda-os.

O desenvolvedor que aprende modelagem de banco de dados, aprende a raciocinar em termos de negócio e consegue desenvolver uma aplicação mesmo que não saiba nada de html e css.

Leia somente esses dois livros. Mais do que isso você vai perder o foco e querer virar um dba(um dia já tive essa vontade):

Linguagem de programação

Frameworks e frameworks passarão, mas sua linguagem não passará. Aprender uma linguagem é um investimento, aprender um framework, especulação. Isso vale especialmente para a linguagem de nossa escolha no blog, Javascript, que possui dezenas de frameworks.

Aprender uma linguagem bem lhe permite aprender muito mais rapidamente qualquer framework ou até criar o seu próprio. Escolha uma linguagem e procure dominá-la.

Ferramentas do navegador

Saiba pelo menos o que está disponível pra você em seu navegador. Não precisa dominar todas, mas saiba o que existe e o que cada uma faz neste curso grátis do Code School.

Canal de notícias

Utilize o Quora e se mantenha atualizado sobre tecnologia e em sua linguagem de programação favorita. Esse site vai lhe dar muitos bons conselhos, mas pode lhe dar conselhos até demais. Não se torne um viciado.


Próximos Passos

Com as ferramentas em mãos, sugiro avaliar seu grau de evolução como desenvolvedor(e de quebra ter idéia do quanto você deveria ganhar), para poder trilhar o caminho correto de aprendizado javascript que iremos sugerir.

Sobre o Autor

Johel Carvalho

Johel Carvalho

Engenheiro Civil formado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME-RJ) em Dezembro de 2012. Largou a profissão pelo desenvolvimento web, começando com C# e sendo atualmente aficionado por JavaScript.

comments powered by Disqus