"Boas maneiras definem o homem." - Kingsman

Dizem que existem duas maneiras de se construir um software. Uma é torná-lo tão simples que obviamente não há deficiências. A outra é torná-lo tão complicado que não há nenhuma deficiência óbvia.

Outra máxima da programação é que o melhor código é aquele que você não escreve, isto é, o código invisível. Ele é mais rápido e simplifica a aplicação, facilitando sua expansão, alteração da lógica de negócios e resolução de bugs.

Com base nessas considerações, aí estão 6 artigos que darão dicas essenciais de como melhorar a qualidade geral do código JavaScript, ajudando você a criar aplicações menos custosas, mais limpas, mais reutilizáveis e mais belas. Independente da dimensão da aplicação ou de se trabalhar com javascript puro ou não, essas dicas serão úteis para você:

Essas dicas estão todas presentes no livro "Maintainable Javascript" do autor Nicholas Zackas. Nessa série, entretanto, vamos abordá-las de maneira breve, objetiva e mais contextualizada.


Ver também

Próximos Passos

  • Dicas de Performance em JavaScript

Sobre o Autor

Johel Carvalho

Johel Carvalho

Engenheiro Civil formado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME-RJ) em Dezembro de 2012. Largou a profissão pelo desenvolvimento web, começando com C# e sendo atualmente aficionado por JavaScript.

comments powered by Disqus